Navigation

Análise Mortal Kombat 9

Mortal Kombat 9 o resgate da franquia Mortal Kombat aos velhos e bons tempos
A franquia Mortal Kombat, lançado no inicio da decada de 90, veio para afrontar o até então, mais popular game de luta daquela época, o Street Fighter, e conseguiu "literalmente" lutar de igual pra igual com o jogo de luta da Capcom, chegando até a supera-lo. Ao passar dos anos a franquia sanguinária e violenta que passou a dominar o mercado de games de luta, veio a enfraquecer com a transição dos gráficos 2D para o 3D, lançando jogos medíocres e com enredos muito pobres que foram um grande alvo de criticas negativas.
Com a perda de mercado para os concorrentes, no ano de 2011 a produtora de games, NetherRealm Studios, terminou o desenvolvimento do jogo que viria salvar a franquia tão bem sucedida na década de 90. Lançado pela Warner Bros, o mais novo jogo da franquia voltou as origens retornando ao gráficos 2D, aqueles mesmos que havia consagrado e conquistado tantos fãs para os jogos de Mortal Kombat, só que desta vez com uma profundidade 3D.
O resgate da violência e  o carisma dos  personagens, resultou em um grande sucesso para o Mortal Kombat 2011, popularizado de Mortal Kombat 9.
Todo o grupo é eliminado por Shao Kahn

A história do jogo traz menções aos três primeiros jogos da franquia, com viagens no tempo. Diante de Shao Kahn, Raiden está prestes a ser assassinado por ele, antes disso, Raiden realiza um feitiço, com seu amuleto, para contactar a se próprio no passado com a mensagem "he must win" (ele deve ganhar).
A intenção de Raiden é de corrigir seus erros, que causaram um terrível desfecho aos heróis, advertindo-o para que não cometa os mesmos e assim salvar o planeta terra.
Capitulo 1 - Johnny Cage
Durante a jornada do modo história podemos jogar com vários personagens diferentes ao decorrer da tramar e mudanças de capítulos. As cutscenes que acontecem entre uma luta e outra nos ajudam a nos habituarmos com o que está rolando na história. Normalmente jogos do gênero não contam com esse recurso, meio cinematográfico de contar o que se passa no jogo, mostrando apenas textos e imagens e depois indo direto para a próxima luta, ponto positivo para MK9 nesse quesito.
Johnny Cage após ser eliminado por Shao Kahn

Produzido na Unreal Engine 3, o jogo traz gráficos surpreendentes, com bastante detalhes nos personagens, como roupas e peles que se rasgam com golpes e principalmente nos fatalities, é possivel ver também detalhes de hematomas e feridas.
MK9 resgatou quase que todos estágios dos três primeiros jogos da franquia, que com certeza é facilmente reconhecido pela galera que jogou os antigos jogos da franquia. E Claro, os ambientes dos estágios de Mortal Kombat 9, estão muitos superiores aos cenários originais, com bastante profundidade, elementos animados e efeitos de sombra e luzes pra ninguém bota defeito. 
O game também trouxe estádios novos, destacando os ambientes futuristas cheios de prédios muito bem detalhados.
Sonya eliminada por Shao Kahn
A jogabilidade resgata as dos bons tempos com movimentações bidimensionais, sendo possivel se movimentar apenas para os lados. Os golpes são bem simples de executar e bem parecidos com os que nos acostumamos em tempos antigos. Há também novas mecânicas como os violentíssimos golpes especiais (Raio X) que cada personagem executa. O jogo peca pela facilidade de execução desses golpes especiais, pois é necessário um simples apertar de botão para executa-los, mas nada que venha tirar o brilho deste novo recurso. Outra mecânica adicionada aos movimentos dos personagem, é o "Break" que possibilita barrar um combo do adversário com um contra ataque. Para executar esses novos recursos de golpes, é necessário a utilização da barra de especial, dividida em três partes, que enche conforme seu personagem bate e apanha na luta.








Outra novidade na jogabilidade é o modo de batalhas em dupla, onde cada jogador escolhe dois personagens para o combate, possibilitando uma interação com a troca do personagem entre um e outro a qualquer momento do jogo, podendo também chamar o parceiro para algumas assistências e para realizações de combos utilizando os dois personagem que resultam em ataques devastadores.
Os gamers mais saudosistas sentirão falta do botão de correr, pois em MK9 os personagens não correm, ponto negativo na jogabilidade.

Os fatalities estão mais sangrentos e violentos que em qualquer outro jogo da franquia, com bastante sangue e quebra de ossos. Tem que ter sangue no olho para vê-los sem fazer cara feia.
Fatality Kung Lao

A produtora cuidou de trazer uma imensa quantidade de conteúdos, como variados modos de partida, jogatina online além de bastante conteúdo extra e desbloqueáveis, que vão desde fatalities e roupas a artes de personagens e musicas extras.
O irreverente Dan Forden, editor de som de quase todas as edições do jogo Mortal Kombat, aquele que aparece no canto da tela com o famoso gritinho de "TOASTY" está de volta e como sempre, em forma de easter egg, habilitados durante a luta com a execução de alguns golpes em determinadas situações.


O game traz vários modos de jogo, onde o principal é o modo história que conta com cerca de 4 a 5 horas para termina-lo e o Kombate que permite lutas um contra um ou em duplas, possibilitando até 4 jogadores na mesma partida. 
Existe também o modo "Torre dos Desafios", que é nada mais que uma grande torre dividida em 300 partes. Cada parte da torre contém um desafio para o jogador superar com o personagem que você escolher. 
Os desafios contidos na torre dos desafios são os seguintes minigames: 
  • Teste sua força, onde o jogador deve apertar os botões do controle o mais rápido possivel para acumular forças para quebrar certos objetos. 
  • Outro desafio da torre é o Teste seu Golpe, onde o jogador deverá acumular uma quantidade de forças para quebrar somente o objeto que está em uma pilha.
  • No desafio Teste sua Sorte, o jogador passara por um teste de sorte, onde uma roleta sorteia determinadas condições que devem ser utilizadas na luta. 
  • Por último temos o Teste sua Percepção, é algo bem parecido com o que vemos em casinos, onde um objeto é colocado em um dos vários copos ou crânios e são embaralhados e o jogador deve ficar bem atento para não perder o copo que está o objeto de vista para apontar o copo exata que está o objeto.
O mais novo jogo da franquia conta com 27 personagens todos centrados nos personagens de Mortal Kombat, Mortal Kombat 2 e Mortal Kombat 3, com algumas exceções como Quan Chi do Mortal Kombat 4 e outras derivações dos personagens clássicos como podemos ver na no versão do Sub-Zero em sua forma robô, o Cyber Sub-Zero.
Personagens jogaveis

Existe também alguns novos personagens tais como, Kratos (Exclusivo da versão para PS3), Kenshi, Skarlet e Freddy Krueger estes três últimos foram adicionados na DLC Komplete Edition junto com o já conhecido Rain.
Personagens extras
Não há dúvida que vale muito a pena adquirir Mortal Kombat 9, pelo seus vários modos de jogo, incluindo o online, extras para desbloquear e adquiri, mas principalmente  pela volta da nostalgia e diversão dos antigos jogos da franquia adaptando-o para os novos gráficos modernistas sem perder a essência, e ainda com uma jogabilidade que podemos dizer, apesar de resgatar a jogabilidade dos antigos jogos consagrados de MK, bastantes inovadora.

Por: Tiago Ferreira

Tiago é redator e administrador do blog. Gosta muito de games principalmente os antigos. Me encontre no Facebook.
Share
Banner

Tiago Ferreira

Post A Comment:

0 comments: