Navigation

Análise Super Castlevania IV

Gênero: Ação/Aventura, Side-Scrolling
Plataforma: Super Nintendo
Ano de Lançamento: 1991
Produtora: Konami

Considerado por muitos um dos melhores games da série, Super Castlevania 4 é sem dúvidas um marco importantíssimo da série! Após duas sequelas com sucesso misto, a Konami decide trazer a série para a era 16bit da Super Nintendo. Na verdade, Super Castlevania IV é um remake do primeiro Castlevania, mas obviamente com muito conteúdo novo. O jogo possui diversos cenários, inclusive fora do castelo, gráficos 16 bits e a trilha sonora composta principalmente de novas músicas, incluindo uma boa porção de remixes de músicas anteriores da série, como será explicado
posteriormente. Além disso, Super Castlevania IV soube explorar bem o sistema 16bit com sprites maiores e mais detalhados. Os inimigos sempre foram algo que me intrigou na série, nesse título, Castlevania vai buscar referências mitológicas, cinematográficas, literárias e folclore ocidental. Inimigos épicos como Frankenstein, Medusa, Múmia, Morte (Grim Reaper), Hydra entre outros. Super Castlevania IV reconta a história do primeiro Castlevania. 100 anos após a guerra contra os Belmonts, Dracula ressuscita novamente trazendo com ele seus monstrengos do submundo. Simon precisa aguçar sua habilidade e muito bem armado com sua arma lendária e o conhecimento passado de geração em geração pelo seu clã, parte na missão de mandar Dracula ao submundo novamente. Dessa vez, Simon se depara com cenários totalmente novos, e diferentes da outra versão, o jogo se inicia muito antes do Castelo e passa por diversos níveis como mansões, cavernas, jardins e no próprio castelo encontra-se algo diferente como novos níveis até encontrar o Conde.


Jogabilidade: o jogo conta com um avanço imenso na jogabilidade que mesmo por linear contou com progressos significativos como correção da dificuldade absurda da versão anterior: correção do movimento do personagem (que antes era extremamente limitada), Simon pode usar o chicote em 8 direções, além de um movimento especial que lhe permite usar o chicote em qualquer direção, o que corrigia aquela limitação da versão antiga, a mobilidade do personagem durante o pulo (o que antes era impossível). Esse foi o progresso significativo da jogabilidade.


Pros: Super Castlevania IV é sem dúvida um dos jogos mais agradáveis da série, pois não é ridiculamente difícil como seu amigo Rondo of Blood em que Richter é muito limitado no sentido mecânico, sendo assim um jogo de reflexos onde é só você, o chicote e o jogo, o que torna a batalha mais divertida por não ser nem ridiculamente difícil pela limitação e nem por ser tão fácil como seu conterrâneo SotN. Mesmo não contando com todos os milagres gráfico de Dracula X, Castlevania IV além de ter uma magnífica jogabilidade também conta com belos gráficos muito bem detalhados. É sem dúvida um dos melhores Castlevania à moda antiga.


Contras: Não há muito o que reclamar desse título. Apesar de ser um marco importante para a série, Super Castlevania IV poderia ser mais trabalhado em alguns pontos como o enredo, voltou muito ao clichê da série do Belmont que derrota o Drácula. Nesse ponto fica atrás de Castlevania III e Dracula X.














FONTE:http://prettycoolgames.blogspot.com.br/2011/12/super-castlevania-iv.html




Share
Banner

Tiago Ferreira

Post A Comment:

0 comments: